á Busca Avanšada
Revolucao de Outubro, A 2. Ed
R$ 42,00

Editora: Boitempo
Autor: Leon Trotsky
P?ginas: 151
PRAZO DE ENTREGA:

 
10 dias ap?s a confirma??o do pagamento.



SINOPSE:

“A Rússia, ainda nos dois primeiros meses de 1917, era a monarquia dos Romanov. Oito meses mais tarde os bolcheviques apoderaram-se do leme; eles que, no princípio do ano, eram desconhecidos e cujos líderes, no momento mesmo do acesso ao poder, foram acusados de alta traição. Não encontramos na História outro exemplo de uma reviravolta tão brusca, sobretudo se nos lembrarmos de que se trata de uma nação com 150 milhões de habitantes. Claro está que os acontecimentos de 1917 – de qualquer prisma que os consideremos – merecem ser estudados.

Assim Trotski abriu sua monumental História da Revolução Russa, em três volumes, escrita em 1930, quando já não estava no poder. Antes desse grande e completo relato, fez um primeiro esboço – cujo resultado é o precioso livro que as editoras Boitempo e Iskra trazem ao leitor brasileiro no 90º aniversário da Revolução Russa –como introdução ao processo a que Eric Hobsbawm se referiu com estas contundentes palavras: ‘A Revolução de Outubro teve repercussões muito mais profundas e globais que a Revolução Francesa (1789) e produziu, de longe, o mais formidável movimento revolucionário organizado da história moderna.’

Trotski, com a maestria de quem capta a essência do processo histórico, explica esse momento único em que o ‘assalto ao céu’ de que falava Marx se produziu – ou melhor, foi produzido pela combinação das condições concretas e da audácia e do espírito de vanguarda de Lenin e seus companheiros – pela primeira vez como poder proletário. A tomada do poder pelos bolcheviques é descrita por Trotski com perspicácia incomum, no foi condutor que promoveu a ‘atualidade da revolução’ no século XX.

Noventa anos depois da primeira revolta proletária vitoriosa da história da humanidade, quando a própria palavra revolução vem sendo excluída do vocabulário ou se banalizando, a leitura desta obra representa uma excelente contribuição à luta contra o capitalismo – ainda hoje o inimigo central, não apenas do socialismo, mas de toda e qualquer forma de humanismo no planeta."
Texto de orelha: Emir Sader

A edição conta ainda com uma cronologia sobre a Revolução Russa e a constituição da república soviética, além de um artigo inédito de John Reed, "Os sovietes em ação”, publicado originalmente em 1918 no The Liberator, dirigido por Max Eastman, e traduzido por Beatriz Medina a partir do original em inglês.