Busca Avançada
TRABALHO DE BASE
R$ 18,00

Editora: Expressão Popular
Autor: RANULFO PELOSO (ORG.)
Páginas: 152
PRAZO DE ENTREGA:

 
10 dias após a confirmação do pagamento.



SINOPSE:

ara superar as condições desumanas a que estamos sujeitos na sociedade capitalista, é necessário ter disposição para a luta. Mas a experiência nos prova que é preciso mais do que boa vontade para que um movimento de massas se torne expressivo e realmente representativo daqueles por quem luta: é preciso que ele saiba unir a teoria à prática, a intenção à ação; que saiba reconhecer aimportância do método, do jeito de se realizar as tarefas, sejam elas as mais simples, de modo que atinjam efetivamente suas finalidades e não se tornem apenas um protocolo ou um ato burocrático.

O livro Trabalho de base é, por assim dizer, um instrumento de organização popular que reúne informações valiosas, aprendidas cotidianamente pelos militantes do Centro de Educação Popular do Instituto Sedes Sapietiæ (Cepis) e de outros movimentos, durante anos de trabalho, e agora compartilhadas com os novos lutadores da emancipação humana.

Cada capítulo apresenta ou retoma um tema específico da formação e organização da militância. Focando em assuntos ligados às diversas etapas desse trabalho – como a educação popular, a elaboração e as funções da mística, a relação entre os quadros e a massa, além de outras –, Ranulfo Peloso e Ademar Bogo, participantes ativos do processo, vão elencando de modo simples e com linguagem acessível os passos que os movimentos devem seguir para que consigam se firmar como meio de transformação social, buscando articular “a ação de dar o peixe para quem tem fome, de ensinar a pescar para quem precisa sair da dependência e de elaborar uma estratégia para tomar de volta os rios que se tornaram propriedade privada”.

O século XXI surge como um “tempo de perdas de alternativas, de ideias e iniciativas que levam, cada vez mais, a sociedade à barbárie. Há quem diga que não estamos herdando nada, porque a esperança, que poderia ser a força envolvente, tem perecido com as práticas perversas da política oportunista”. Trabalho de base surge, portanto, em momento oportuno, mostrando que as alternativas, bem como a esperança que move a luta, estão às claras para quem quiser superar a desilusão e construir um outro mundo possível.